Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

Conflito de gerações?

Muita participação neste nosso blog.

Desde do ano de 2001, a freguesia de Rio de Moinhos mudou e mudou para melhor.

Digo isso, porque há 20 anos, eu e os meus colegas e amigos, queríamos participar na vida activa da nossa freguesia e sempre nos foi negada e diziam-nos sempre - qualquer dia ... 

Ainda estou a espera do tal dia ou pelo menos esperei ate ao ano de 2000.

A partir dessa data, eu e os meus amigos juntamo-nos e fizemos uma lista para a Junta de Freguesia de Rio de Moinhos e claro, ganhamos com maioria absoluta tendo como presidente da Junta, o Sr. Manuel Pires.

Como o PS estava representado na altura e não apostou nos jovens daquela época, decidimos concorrer numa lista apoiada pelo PSD.

Nenhum elemento da lista era e é militante desse partido.

Concorremos pela nossa freguesia e só com este objectivo - ajudar e proporcionar uma alternativa as pessoas e traçar um novo projecto, ou seja, um novo caminho.

Nos mandatos anteriores ao ano de 2001, os comandos da Junta de Freguesia estavam entregues a um grupo restrito de pessoas.

Este grupo fez o seu trabalho e numa avaliação global, tiveram um trabalho positivo.

Todos os anteriores Executivos e respectivas Assembleias de Freguesia (digo bem Executivos e membros das Assembleias de Freguesia) as coisas correram de uma forma positiva e cada geração fez o que podia e com as ferramentas que tinham.

Por isso, as épocas foram outras, as pessoas eram outras e fizeram sempre o que estava ao seu alcance para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Penso que disso, ninguém tem dúvida. 

Ninguém deve tirar o mérito a todas as pessoas que tiveram cargos nas Juntas e nas Assembleias.

Mas ninguém é eterno e devemos dar espaço aos mais novos e aprender com os mais velhos (se estes assim quiserem ajudar).

Por isso, os conflitos existentes devem a meu ver a conflitos de gerações. 

Não percebo porquê.

Cada qual é como é.

No entanto, vejo que cada geração quer protagonismo e esta sempre disposta a criar desentendimento/conflito entre as pessoas.

Existem boas pessoas em todas as gerações e devemos sim juntar as forças para ultrapassar as nossas dificuldades.

Também reparei que quem se preocupa dá a cara mas ouve em demasia as outras pessoas que pouco ou nada fazem.

Devemos saber gerir os conflitos e sobretudo saber diferenciar a verdade da mentira.

Não devemos alimentar o "disse que disse" e o "disse que não disse".

Infelizmente, na nossa freguesia existem pessoas que não fazem mais nada sem ser falar da vida dos outros e inventam coisas sobre elas.

Por isso, fica este desafio aos cibernautas:

Gostaria de a partir de agora ouvir e ver a participação de todos os cibernautas numa perspectiva de construção para a sua opinião e que o nosso lema fosse - o desenvolvimento sustentavel e harmonioso da nossa terra, da nossa freguesia.

 

O conflito de gerações não serve a ninguém, bem pelo contrário atrasa o desenvolvimento e alimenta os desinteressados e parasitas desta sociedade.

Também sei que haverá sempre pessoas na nossa terra que queiram destruir as nossas amizades mas não devemos cair na tentação e estupidez de concordar com isso.

 

A experiência adquire-se com o tempo e muitas vezes erra-se e ainda bem porque errei/erramos muito para chegar onde cheguei/chegamos e continue/continuamos a errar porque sou/somos Seres Humanos.

 

Só não erra quem não faz nada e por isso serei/seremos, eu e tu, sempre criticado porque gosto/gostamos de fazer muitas coisas em prol dos outros.

Há quem chama este pensamento uma tolice, outros nada pensam mas felizmente alguns atendem isso como um Dom Especial vindo de alguém de especial e sempre dirigirido para as pessoas, que são especiais

Será?

Como dizia Pascal Blaise: É o coração que sente Deus e não a razão 

publicado por riodemoinhos às 23:32
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.A minha filosofia de vida consiste em caminhar até a verdade. O meu caminho, a minha experiencia dependem do meu futuro. De qualquer forma só vou atingir o grau mínimo quando estiver preparado para receber a chave do outro mundo ... do meu mundo... Oxalá

.posts recentes

. Mudança de endereço do bl...

. Magusto em Amoreira

. VESTIGIOS ARQUEOLÓGICOS

. Sr. Mota - última homenag...

. Cemitério de Rio de Moinh...

. São Martinho em Rio de Mo...

. Associação Juvenil Remoin...

. Convite aos cibernautas

. Sr. ÁLVARO SANTOS PEREIRA

. ASSOCIAÇÃO JUVENIL REMOIN...

.arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar